Alunos e Polícia Militar realizam eventos de orientação contra o suicídio

Este mês é denominado de Setembro Amarelo, e 10 foi o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Por isso, a Campanha “Setembro Amarelo” promoveu atividades em vários setores do município, principalmente nas escolas, para valorizar a vida e discutir as formas de prevenir o autoextermínio.
A Polícia Militar, através do policial Furtado, mais conhecido por Suca, responsável pelo PROERD, promoveu uma campanha pelas escolas e ruas, contando com os alunos para atrair diversos segmentos públicos.
No último final de semana, foi realizada blitz em pontos estratégicos. Os motoristas eram parados e recebiam orientações, além de um kit contendo bala doce e uma mensagem de incentivo. Um desses pontos foi a Rua Coronel Penteado, atrás da Igreja Matriz, com vários carros sendo parados para orientação. A maioria dos motoristas gostou da ideia.
De acordo com o policial, especialistas apontam como um dos principais fatores de risco a depressão. Casos de transtornos mentais, perdas de pessoas queridas, desemprego e diagnóstico de doenças crônicas também podem influenciar no cometimento de suicídio. Suca informou, ainda, que estão previstos vários eventos pela cidade até o final do mês.