Polícia Ambiental resgata aves mantidas em cativeiros em dois endereços na cidade

No último dia 4, a Polícia Ambiental de Pirassununga, mais uma vez, esteve em Santa Cruz das Palmeiras para resgate de aves mantidas em cativeiro. Desta vez, os flagrantes de desrespeito com a natureza ocorreram em dois endereços na cidade.
O primeiro se verificou na Rua Pedro Vieira Mendes, no Bairro Jardim Santa Lucia. Uma equipe, com os policiais Cabo Paiva e o soldado Colombo, esteve atendendo a uma denúncia versando sobre manutenção ilegal de aves nativas em cativeiro, sendo logrado êxito pela citada equipe em se constatar no local apontado a existência de quatro pássaros (Coleirinhas) da fauna nativa, mantidos em cativeiro, sem autorização do órgão ambiental competente.
Diante dos fatos, foi elaborado o Auto de Infração Ambiental, na modalidade de multa simples, no valor de R$ 2 mil, por violação ao artigo 25 da Resolução SMA 48/14, sendo que o infrator responderá na esfera penal nos termos do artigo 29 da Lei Federal 9605/98. Os pássaros foram reintroduzidos em seu habitat natural.
Mais um flagrante
Em outro endereço, dessa vez na Rua Amadeu Ricardo Zanatta, no Bairro Etore Marquezelli, a equipe citada, atendendo outra denúncia versando sobre manutenção ilegal de aves nativas em cativeiro, foi logrado êxito em se constatar no local apontado a existência de nove pássaros (três Coleirinhas, dois Canários da Terra e quatro Bigodinhos) da fauna nativa, mantidos em cativeiro, sem autorização do órgão ambiental competente.
Diante dos fatos, foi elaborado o Auto de Infração Ambiental, na modalidade de multa simples, no valor de R$ 4.500,00, por violação ao artigo 25 da Resolução SMA 48/14, sendo que o infrator responderá na esfera penal, nos termos do artigo 29 da Lei Federal 9605/98. Os pássaros foram levados pela equipe e reintroduzidos em seu habitat natural.