Sistema ajuda a identificar pacientes com Covid que desrespeitam isolamento

Um startup de Santa Cruz das Palmeiras (SP) desenvolveu um sistema que ajuda os comerciantes a identificar quem tem Covid-19 ou suspeita da doença e está desrespeitando o isolamento. Um supermercado já aderiu e pode evitar que o novo coronavírus se espalhe entre funcionários e clientes.
Uma inteligência artificial também vai analisar hemogramas e reduzir custos com testes. A cidade está na fase amarela do Plano São Paulo e tem 1.211 casos confirmados da doença, incluindo 17 mortes.
Cadastro através de CPF
O projeto, que tem parceria com a incubadora de empresas e a prefeitura, usa o CPF dos pacientes. Quando a pessoa passa por atendimento no sistema de saúde as informações são lançadas num cadastro.
Na base de dados consta se a pessoa é apenas suspeita, negativa ou positiva, para a doença, por meio de exame específico.
No supermercado que aderiu só entra quem não tem a doença. “Fazemos isso pensando na saúde dos funcionários e clientes, e na cultura que a prefeitura quis implantar para a redução do vírus”, disse o gerente Jhonata Almeida.
A ideia foi do fundador do startup, Luís Carlos Devitte. O comerciante recebe uma senha para entrar no sistema, coloca o CPF do cliente na base de dados e o resultado é instantâneo.
No primeiro dia de funcionamento já houve resultado. Quatro pessoas com suspeita da doença foram ao supermercado. “Apareceram e não quiseram entrar”, disse.
A partir do momento que a pessoa com Covid tenta entrar, e isso é constatado pelo sistema, a central é notificada e medidas são adotadas.
A pessoa recebe acompanhamento de agentes e é monitorada. O paciente que anda com Covid também pode ter problemas com a polícia. “Essa pessoa pode responder a processo-crime, tipificado no código penal. Ela não poderia estar saindo e espalhando o vírus, colocando a sociedade em risco”, explicou o gerente da Fomenta, Thiago Damaceno. Fonte: EPTV

Compartilhe:
Share on Facebook
Facebook